Gripe A: mais mortes

20.07.2012

 

Mais dez óbitos provocados pelo vírus H1N1 foram confir­mados somente ontem em Santa Catarina. Desde janeiro, a Gripe A matou 62 pessoas no estado. Só em Blumenau, cidade que registra o maior número de ocorrências, foram onze casos fatais. No último dia 13 de julho, um levantamento feito por técnicos do Ministério da Saúde apontava que cerca 14 pacien­tes tiveram acesso tardio ao antiviral Oseltamivir, conhecido pelo nome comercial de Tamiflu. O ministério flexibilizou as regras para a compra do medicamento e médicos de todo o Brasil estão orientados a prescrever a medicação aos pacientes que apresenta­rem um quadro de síndrome gripal, mesmo antes da confirmação dos resultados de exames ou sinais de agravamento. O medica­mento é mais eficaz nas primeiras 48 horas, contadas a partir dos primeiros sintomas. Com o clima frio dessa época do ano o risco é ainda maior, pois fica mais fácil a circulação do microorganismo causador da Gripe A. Mesmo com campanhas de vacinação e o acesso facilitado ao Tamiflu, o ideal mesmo é se prevenir. Lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar aglomerações e ambientes fecha­dos são algumas das formas de evitar a transmissão da doença.

Bom líder

Presidente da empresa de consultoria Empreenda, César Souza participou ontem da Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense, promovi­do pelo Sistema Fiesc e que se encerra hoje. Na pales­tra “Sonhos e pesadelos dos líderes empresariais bra­sileiros”, Souza ensinou que um bom líder inspira as pessoas pelos valores, faz com que se sintam parte da empresa, desenvolve uma causa e não tarefas e planos. “O papel do líder não é o de ficar tentando adivinhar o futuro, mas o de inventar o futuro. Os melhores pro­fissionais não vão ficar na sua empresa se você não se reinventar. Nós não estamos apenas numa mudan­ça de época, mas numa época de mudança”, afirma.

 

“Um catarinense não pode valer menos que um gaúcho para o Ministério da Saúde. A renda per capta demonstra uma discriminação do Ministério da Saúde e do Governo Federal com a população catarinense.”

Deputado José Milton Scheffer (PP), sobre a informação de que SC é o estado do Sul que recebe menor repasse per capta do SUS

 

 

Defensoria

Ainda repercute na Assem­bleia Legislativa a aprovação, na quarta-feira (18), do projeto que cria a Defensoria Pública na estrutura do Estado. O novo órgão terá 21 núcleos e 60 cargos de defen­sores, a serem preenchidos por concurso público que o governo tem três meses para realizar. Para o líder do PT, deputado Dir­ceu Dresch, o projeto aprovado está longe do ideal. “Mas teve avanços significativos em relação ao original, de procedência do Executivo, graças às emendas do PT que foram acatadas no texto.”

Descaso

Mais uma vez a empresa Auto Pista Litoral Sul foi alvo de cobrança na Assembleia Legislativa. Deputado Volnei Morastoni (PT) reclamou das “constantes obras” e “fechamentos de acessos” na BR-101 Norte. Questionou também a quali­dade do material utilizado pela empresa nas obras de recuperação. “Não é possível que um reparo feito hoje, dentro de pouco tempo tenha que ser refeito.”

Preço alto

O deputado Celso Maldaner (PMDB-SC) esteve em contato com o di­retor da Companhia Nacional de Abaste­cimento (Conab), Marcelo Mello, para le­var a queixa do presidente da Associação Catarinense de Criadores Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi. O dirigente da ACCS encaminhou ao parlamentar um levantamento sobre o aumento constante do preço do milho e a falta de fornecimen­to do farelo do grão para os produtores ca­tarinenses, comportamento que contribui para agravar a já profunda crise do setor.

Recuperação

Cerca de 160 servidores da Secretaria da Fazenda estão trabalhando na Operação Simples Nacional, que quer recuperar valores atrasados de ICMS de empresas que declararam impostos, mas não recolheram os valores, entre 2007 e 2010. A operação de cobrança começou no início de julho e deve atingir quase 35 mil contribuintes no Estado. A expectativa é recuperar R$ 150 milhões, além de multa e juros. Quem não regularizar a situação pode ser excluído do regime a partir de janeiro de 2013. Enquanto isso, já está com bloqueio da emissão da Certidão Negati­va de Débitos (CND).

Sebrae-SC

O Sebrae-SC promove, entre os dias 23 de julho e 2 de agosto, sete Seminários Regio­nais de Crédito. Oito instituições financei­ras apresentarão suas linhas de crédito e financiamento específicas para os micro e pequenos negócios e será realizada uma Rodada de Negócios para os empresários conversarem particularmente com os ge­rentes. A inscrição é gratuita e deve ser feita pelo telefone 0800-570-0800. Os semi­nários ocorrerão nas cidades de São José, São João Batista, Rio do Sul, Blumenau, Joinville, São Bento do Sul e Mafra.

Últimas Colunas [Pelo Estado]

Visualizar todos