Mais cortes

27.07.2012

 

O anúncio feito pelo governo do Estado, suspendendo até 31 de dezembro de 2012 “todos os atos administrativos que impli­quem aumento de despesa da folha de pagamento do Estado nos órgãos da administração direta, autarquias, fundações e empresas dependentes do Tesouro estadual”, não deve interferir nas negocia­ções da Secretaria de Educação com os professores públicos estaduais. A avaliação é da presidente do Sinte-SC, Alvete Pazin Bedin. “Estamos em mesa de negociação, esperando que o governo apresente uma pro­posta de aplicação do valor do Piso Nacional do Magistério”, disse. O coordenador executivo de Negociação e Relações Funcionais do Es­tado, Décio Vargas, também não vê possibilidade de esta resolução, especificamente, interferir na negociação com os professores. Mas aler­tou que estão sendo feitos cálculos considerando a queda de receita do Estado. “O que temos em andamento agora são estudos para verificar o impacto dessa queda e quais os encaminhamentos possíveis.” Na próxima segunda-feira (30), o Sinte-SC terá nova reunião de direto­ria para analisar os caminhos da negociação e para discutir o que vai apresentar à categoria na Assembleia marcada para o dia 15 de agosto. O secretário de Estado da Fazenda, Nelson Serpa, informou que as medidas anunciadas são necessárias “em razão da desaceleração da economia e consequente queda na arrecadação de ICMS”.

Impulso regional

Guaraciaba, no Extremo-Oeste, se prepara para receber o novo parque industrial da Gran Mestri, que consumiu investimentos de R$ 28 milhões. A unidade passou de 2 mil metros quadrados para 12 mil metros quadrados de área construída, e a capacidade de produção, que era de 1 tonelada por dia, agora é de 30 toneladas processadas diariamente. Com 12 câmaras frias, a fábrica tem capacidade para estocar 1 milhão de quilos de queijo. O empresário Acari Menestrina calcula que estão sendo gerados 500 empregos, entre diretos e indiretos. Um dos destaques do empreendimento é que vai utilizar o leite produzido por cerca de 1.000 pequenas e médias propriedades familiares da região. A inauguração será no dia 18 de agosto e já estão confirmadas as presenças do governador Raimundo Colombo e do secretário da Agricultura e Pesca, João Rodrigues.

Disponível

A 4ª Câmara de Direito Públi­co do Tribunal de Justiça reverteu decisão que havia tornado indisponíveis os bens do deputado Dado Cherem (PSDB). Em ação civil pública, o Ministério Público sustenta a ocorrência de atos que, em tese, caracterizariam improbidade administra­tiva quando Dado atuou como secretário estadual da Saúde, em 2008.

Samba-enredo

O pedido de indisponibi­lidade dos bens havia sido negado em pri­meiro grau e deferido em segundo grau, decisão esta revertida ontem à tarde. Pelo twitter, o deputado comemorou com tre­cho de um samba enredo: “Hoje eu vou tomar um porre, não me socorre, que eu tô feliz...”

Visão otimista

Enquanto alguns setores estão preocupados com o impacto que a nova lei que regulamenta o horário de tra­balho dos caminhoneiros pode ter sobre o preço final dos produtos, a especialista em logística, Clara Rejane Scholles, destaca que a medida pode incentivar o transporte por cabotagem, em média 15% mais bara­to que o realizado pelo modal rodoviário para distâncias acima de 1,5 quilômetros, podendo chegar a 40% em trechos mais longos, como Santa Catarina/Amazonas.

Pronatec

Rural O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Santa Catarina (Senar-SC), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, está promoven­do cursos do Pronatec para estudantes da rede estadual. Serão 30 turmas e cinco começam na segunda (30): horticultura (Angelina), duas de equideocultura (Ara­ranguá) e duas de bovinocultura (Dioní­sio Cerqueira e em São José do Cedro).

Consumo

Fecomércio divulgou ontem pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), referente a julho, com queda de 7,2% em relação ao mesmo mês de 2011 e de 17,8% na comparação com o IFC de junho. Segundo a federação, apesar de a maior parte dos itens da IFC terem apresentado variação negativa, a tendência de crescimento do consumo no segundo semestre deve ser mantida.

Sobram vagas

A pesquisa da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) que mapeou o setor de Tecno­logia da Informação em Santa Catarina, informando a tendência de crescimento do setor e o consequente aumento na demanda por mão-de-obra, está mais do que confirmada pelo mercado. Muitas empresas do setor estão assumindo no­vos projetos e, por isso, ampliando suas equipes. Só uma das empresas instaladas no ParqTec Alfa, na Capital, a Softplan/Poligraph, tem 41 vagas abertas para di­versas formações.

Andréa Leonora

Florianópolis, 27de julho de 2012

Últimas Colunas [Pelo Estado]

Visualizar todos