Acordo no PP-SC

22.08.2017

Foto: Carlos Kilian

Acordo no PP

A convenção do Partido Progressista catarinense, realizada ontem à tarde, na Assembleia Legislativa, acabou com dois consensos. O primeiro acordo foi a continuidade do deputado federal Esperidião Amin na presidência do PP-SC até o dia 31 de janeiro de 2018. A partir de 1º de fevereiro, quem assumirá o partido no estado será o atual presidente da Assembleia, deputado Silvio Dreveck. O acordo foi para que Dreveck não tivesse que conciliar as duas presidências.

A contrapartida para esse consenso é que a aliança prioritária dos progressistas para as eleições do próximo ano será com o PSD, presidido pelo deputado Gelson Merisio, que vem buscando a aproximação entre os dois partidos há algum tempo. Ainda que tratada como “coligação natural” por Amin, a decisão sobre esse ponto foi para votação entre os mais de 140 convencionais. A moção de compromisso, aprovada por aclamação, foi assinada pela Executiva do PP-SC.

Espaço de todos A convenção dos pepistas catarinenses foi concorrida. Além de lideranças da sigla vindas de todas as regiões, compareceram líderes também de outros partidos – deputado federal Décio Lima, presidente do PT-SC; deputado estadual Marcos Vieira, presidente do PSDB-SC; Merisio, presidente do PSD-SC; deputado federal Jorginho Mello, presidente do PR-SC; Círio Vandresen, presidente do PRP-SC; líder do governo na Assembleia, deputado Darci de Matos (PSD); o senador Dalirio Beber (PSDB) e o deputado estadual Jean Kuhlmann (PSD).
 

Visualizar todos