Aeroporto de Chapecó está pronto

22.06.2012

Aeroporto pronto 24 dias antes do previsto

Cinquenta equipamentos incluindo caminhões, fresadeiras, vibroacabadores, rolos compactadores e retroescavadeiras; mais de 90 trabalhadores em turnos de 20 horas por dia, divididos em duas etapas de 10 horas cada; drenagem em 12 mil metros lineares; remoção de 10 mil metros cúbicos de terra, mil viagens de caminhão; retirada de 7,6 mil toneladas de resíduos de asfalto e utilização de 35 mil toneladas de pedras e 27 mil toneladas de massa asfáltica. Números tão expressivos ilustram a grandiosidade de uma obra que foi concluída 24 dias antes do previsto.

Depois de 51 dias de extremo trabalho e discussões polêmicas acerca das obras na pista, na tarde de ontem, dia 21, o prefeito de Chapecó José Cláudio Caramori suspirou aliviado. “Todos podem ver pelo nosso semblante de felicidade que as notícias são boas”. Foi desta forma festiva que Caramori abriu a coletiva de imprensa na tarde de ontem, 21, na prefeitura, que reuniu diversas autoridades e veículos de comunicação.

Na oportunidade, o prefeito garantiu que a reforma está concluída. “Foi executada a recuperação total dos 2.063 metros da pista de pouso de decolagem conforme projeto firmado entre o município e a empresa Planaterra”, afirmou. Os investimentos atingiram a cifra de R$ 12 milhões, divididos entre governo do estado e município.

Nas mãos da Anac

O prefeito explicou que, após a conclusão dos últimos detalhes da obra, na segunda-feira, 18, o secretário de defesa do cidadão e trânsito, Sérgio Walner, juntamente com o administrador do Aeroporto, Eglon Buraseska, foram até Brasília onde, na terça, protocolaram oficialmente a entrega das 500 páginas de documentação, entre relatórios técnicos e testes de atrito e de resistência da pista. “Estas informações já haviam sido enviadas à Anac e, por esta razão, tínhamos a esperança de que a Agência não precisasse fazer a vistoria, porém, para nossa surpresa, os técnicos terão que vir para Chapecó avaliar a reforma”, disse Caramori.

O prefeito destacou, ainda, que o prazo regimental para a avaliação dos técnicos é de 15 dias, “porém, confiamos que a Anac entenda nossa urgência, e acreditamos que os técnicos virão o quanto antes”, prevê Caramori, lembrando que o Aeroporto só poderá ser liberado após o aval dos técnicos, “então, nossa parte está feita, agora, está nas mãos da Anac e só nos resta aguardar”, encerra. Se até a próxima segunda-feira a Anac não se pronunciar, Caramori disse que será preciso pressionar a Agência.

Obras paralelas

Além da reforma da pista, outras melhorias foram realizadas. O processo licitatório para a iluminação do acesso ao aeroporto (Av. Florenal Ribeiro) foi concluído e prevê investimentos de R$ 707.600,00. Também foram executadas a revitalização do terminal de passageiros, manutenção da esteira, do pórtico detector de metais, do raio-x, e a adequação de cercas operacionais próximos aos hangares, assim como da cerca patrimonial na direção da Cabeceira 11. Por fim, um novo gerador com potência de 170 KVA, garantirá fornecimento de energia emergencial. Investimentos: R$ 149.500, com fornecimento de material e mão de obra.

Por Petra Sabino/Jornal Sul Brasil
Visualizar todos