Vendas de materiais de construção teve o pior desempenho em maio

11.07.2012

 

 
O setor de materiais de construção foi o segmento comercial que teve a maior queda no volume de vendas de abril para maio deste ano, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor teve uma redução no volume de vendas de 11,3%.
 
Outro segmento que teve queda no volume de vendas superior à redução global do comércio varejista brasileiro, de 0,8%, foi o de móveis e eletrodomésticos (-3,1%).
 
Também foram observadas quedas nos setores de combustíveis e lubrificantes (-0,8%) e de outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,2%). Apesar do segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo ter tido um crescimento de 0,1%, o subsetor de super e hipermercados teve uma redução de 0,2%.
 
Altas
 
Por outro lado, o setor de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação teve alta de 3,5%. Também apresentaram crescimento no volume de vendas os segmentos de livros, jornais, revistas e papelaria (1,6%), veículos e motos, partes e peças (1,5%) e tecidos, vestuário e calçados (0,3%). Já o setor de artigos farmacêuticos e perfumaria teve o mesmo volume de vendas do mês anterior.
Visualizar todos